jusbrasil.com.br
19 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região TRT-2: XXXXX-12.2019.5.02.0716 SP

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

11ª Turma - Cadeira 3

Publicação

Relator

FLAVIO VILLANI MACEDO
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

ATESTADO MÉDICO FALSO. JUSTA CAUSA.

O atestado médico falso espelha ato desonesto apto a ensejar a rescisão do contrato de trabalho por improbidade, ainda, que a empregada não possua histórico faltoso. O princípio da gradação da pena tem de ser obliterado quando o ato, por si só, ostenta gravidade bastante para romper a confiança necessária e tornar inviável a continuidade do vínculo de emprego.
Disponível em: https://trt-2.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/879509167/10005701220195020716-sp

Informações relacionadas

Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região TRT-3 - RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA: RO XXXXX-14.2017.5.03.0100 XXXXX-14.2017.5.03.0100

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região TRT-2: XXXXX-74.2018.5.02.0447 SP

Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região TRT-17 - RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA: RO XXXXX-26.2018.5.17.0004

Tribunal Superior do Trabalho
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO DE REVISTA: RR XXXXX-09.2015.5.10.0014

Adulteração de atestado médico é falta grave apta a autorizar dispensa por justa causa