jusbrasil.com.br
1 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região TRT-2: 100XXXX-50.2016.5.02.0028 SP - Inteiro Teor

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

13ª Turma - Cadeira 4

Publicação

10/08/2020

Relator

CINTIA TAFFARI
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Inteiro Teor

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO TRABALHO
TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO
IDENTIFICAÇÃO

PROCESSO TRT/SP Nº 1001171-50.2016.5.02.0028 13ª TURMA

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO EM RECURSO ORDINÁRIO

RECORRENTES: SONIA MARIA DE OLIVEIRA; SIRLEI MARIA MONFERDINI ROMÃO; MARIA HELENA DE BARROS DA SILVA LANZA; CONCEIÇÃO MIEKO WATANABE DE MELLO; IZABEL MIEKO AOKI FUZIY

RECORRIDA: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

ORIGEM: 28ª VT DE SÃO PAULO

EMENTA

RELATÓRIO

Embargos de Declaração opostos pelas reclamantes (ID 2545298) face ao V. Acórdão prolatado nos autos, visando pré questionamento da violação do direito adquirido, artigo XXXVI da Constituição Federal, além das Súmulas 51 e 288 I ambas do C. TST, OJ 5 Transitória do C. TST e artigo 468 da CLT pelo mesmo contexto.

É o relatório.

V O T O

Os embargos são tempestivos e estão subscritos por advogado com procuração nos autos. Conhece-se dos embargos opostos.

MÉRITO

Recurso da parte

Item de recurso

No mérito, não comportam acolhimento.

O v. acórdão embargado apreciou amplamente a questão atinente ao auxílio alimentação. Conforme destacado no voto condutor do julgamento as reclamantes jamais receberam benefício auxílio-alimentação enquanto aposentadas, ou seja, não adquiriram o direito ao recebimento do benefício como aposentadas e, portanto, a determinação de supressão do pagamento de auxílio-alimentação aos aposentados e pensionistas, ocorrida em fevereiro de 1995, é válida e atinge as demandantes.

Assim, tendo o v. acórdão embargado enfrentado todas as teses jurídicas levantadas nas razões de recurso sob o enfoque das normas invocadas pela parte, não se justifica a oposição de embargos de declaração para prequestionar a matéria. Para se atender o requisito do prequestionamento a que alude a Súmula 297 C. TST não se exige menção expressa aos dispositivos legais e constitucionais apontados pela parte, bastando que haja emissão de tese explícita sobre o tema debatido, consoante preconiza a OJ 118 da SDI-I da mesma Corte.

Embargos rejeitados.

Conclusão do recurso

ACÓRDÃO

Cabeçalho do acórdão

DISPOSITIVO

Isto posto, nos termos da fundamentação supra, ora integrada ao presente dispositivo para todos os efeitos,

Acordam os magistrados da 13ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da Segunda Região em POR UNANIMIDADE DE VOTOS: REJEITAR os embargos oferecidos pelas reclamantes.

Presidiu o julgamento a Excelentíssima Senhora Desembargadora CÍNTIA TÁFFARI.

Tomaram parte no julgamento os Excelentíssimos Senhores Magistrados Federais do Trabalho CÍNTIA TÁFFARI (Desembargadora Relatora), ROBERTO BARROS DA SILVA (Desembargador Revisor) e FERNANDO ANTONIO SAMPAIO DA SILVA (Terceiro Magistrado Votante).

Presente o (a) ilustre representante do Ministério Público do Trabalho.

ASSINATURA

CÍNTIA TÁFFARI

Desembargadora Relatora

CT/log

VOTOS

Disponível em: https://trt-2.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/904300672/10011715020165020028-sp/inteiro-teor-904301238